Referência em sustentabilidade

Ostentar o título de primeira montadora na América Latina a receber a certificação LEED Gold, o mais importante selo internacional de meio ambiente para edificações sustentáveis. Esse é um dos mais recentes orgulhos da CNH Industrial, multinacional especializada na produção de bens de capital, como caminhões e máquinas agrícolas. Para se ter uma ideia, apenas 44 empresas no mundo possuem essa certificação. O reconhecimento veio graças a uma série de ações realizadas no Centro de Distribuição de Peças, localizado na planta de Sorocaba, interior de São Paulo.  

A unidade certificada possui 66 mil m² de área construída e agrupa 530 colaboradores. Construído sob o conceito do Green Building, uma organização não governamental que atua no fomento à construção sustentável, o edifício adota uma série de soluções inteligentes, que melhoram o conforto térmico, economizam energia elétrica e racionalizam o consumo de água.es e resíduos, que permitem a reutilização de quase 100% da água consumida no complexo. A capacidade instalada de tratamento de água é de 480 m³ por dia. A estrutura conta ainda com seis poços artesianos que garantem autossuficiência para a fábrica, sem a necessidade de contar com o abastecimento da rede pública. A água da chuva também é captada e enviada para um reservatório que abriga até 6.000 m³, abastecendo o sistema de combate a incêndio, os vasos sanitários e a jardinagem, o que otimiza o uso dos recursos hídricos no complexo. 

No quesito reciclagem, o CD também reutiliza a madeira de embalagens de grande porte. Em outubro do ano passado foram iniciados o processo de desmontagem de caixas de madeiras e a reutilização do material na carpintaria interna, para expedição de novas peças. A estimativa é que sejam reutilizadas, neste ano, 20 toneladas de madeira por mês, superando as 15 toneladas mensais recicladas em 2014. 

Economizar é a chave

E os progressos ambientais não pararam por aí. Segundo o diretor de Operações da CNH Industrial Parts & Service, José Roberto Manis, “com a mudança das operações para o novo prédio, reduzimos o consumo de eletricidade em 47% em relação ao antigo galpão, graças às diversas atribuições sustentáveis incorporadas à nova construção”. Manis também conta que foram investidos R$ 1,5 milhão somente no sistema capaz de reutilizar a água, que também gerou economia de 30% para a empresa.

Também preocupados com o pilar social da sustentabilidade, a CNH Industrial desenvolve projetos comunitários em Sorocaba e Piracicaba (SP). Batizado de “Case Multiação”, o projeto que existe desde 2009 reúne outras marcas do grupo, tais como CASE Construction Equipment e Case IH, e oferece atividades de educação para jovens em situação de vulnerabilidade social, além de programas esportivos. Um deles é o “Projeto Social São José” que atende 700 crianças em Sorocaba. A iniciativa busca diminuir a permanência de crianças nas ruas nos horários alternativos à escola, propiciando atividades de socialização, educação e cultura. Outro bom exemplo é o projeto “Arremesso para o amanhã”, em parceria com o projeto Social da Liga Sorocabana de Basquete (LSB), para formação de atletas das categorias de base do time e que atende 200 crianças da região.

Fonte: http://www.revistaecologico.com.br/materia.php?id=89&secao=1490&mat=1678

Twitter icon
Facebook icon
LinkedIn icon